Performance de computadores antigos VS novos antivírus.

upgrade_fonte-350px-350x260
Usuários de computadores pessoais legados se deparam com a necessidade de upgrades de softwares de sistema operacional e antivírus, e em um dado momento, igualmente os demais aplicativos não tem mais performance para funcionar com velocidade na mesma máquina física. Uma das frases mais ouvidas entre os técnicos é: “computadores não se faz upgrade de peça e de software, se compra um novo computador com novos softwares”. Com o tempo a atualização de componentes é inviável. Computadores antigos e mantidos, se arrastão para trabalhar, e esse é o dilema de muitas empresas, o tempo de leitura e escrita de um arquivo no hard drive disk é penoso.

Aplicativos na hora de uma instalação, chega a informar falta de compatibilidade por questões de requisitos de hardware pendente. Administradores de empresas com atitudes inversamente proporcional ao clock do processador perduram quanto aos apelos dos usuários de sua rede de computadores. Chega-se o momento da compra de um novo computador completo. Neste ponto existe um abismo. Um pensam que é hora de gastar pouco, outros sabem que é hora de investir em qualidade onde o que importa é o poder, a segurança e estabilidade.

Há limites para melhorar o desempenho do computador velho lento por idade, seja através de manutenção de computador ou upgrades de hardware, há um certo número de factores que limitam a performance do computador,  e um conjunto de características para determinar se computador velho é mais lenta que um novo computador.